468x60

Mara Maravilha - Entrevista da Semana

ilha da empresária, Marileide Félix Silva e do comerciante, Eliezer da Silveira, Eliemary Silva da Silveira nasceu em Itapetinga, Bahia. Seu nome artístico é Mara Maravilha. Desde pequena a família já a chamava de Mara e, quando passou a trabalhar com Sílvio Santos, ele a batizou de Mara Maravilha.

- Seu primeiro trabalho na TV, pelo que nos consta, foi na TV Itapuan, da Bahia, onde fez grande sucesso. Foi em que ano e como se chamava o programa?

Mara : Na TV Itapuan, estreei ainda criança, tinha pouco mais de 10 anos. Isso foi no início dos anos 80. Apresentei o Clube do Mickey, que era ao vivo.

- Qual era a sua ideia sobre Deus e quem te evangelizou?

Mara : Eu sempre fui muito religiosa. Era católica praticamente e esotérica. Lia a bíblia, falava de Deus. Cantava “Jesus Cristo eu estou aqui”, mas não o conhecia de verdade, não tinha um relacionamento com ele. Eu sempre busquei muito a Deus. Adorava o sol, acreditava em horóscopo, cultuava os anjos, praticava os ensinamentos da seicho-no-ie, acendia incenso, tinha pirâmides, imagens, etc. Hoje é simples: tudo que preciso é o Espírito Santo Agindo através de mim.

- Qual era sua idade na época?

Mara : Tive minha carteira profissional assinada aos 13 anos de idade, na TV Itapuan. Antes disso, participava do programa de Tia Arilma, na mesma emissora. Eu animava festinhas de aniversários, participava de concursos de miss, fui Miss Bahia infantil, enfim. Nesse tempo, nadava bastante, ganhava campeonatos na escola, muitas vezes os campeonatos eram de acordo com minha agenda artística, para não sofrer prejuízo nela.

- Depois foi para o SBT, em que ano?

Mara : No SBT cheguei com 15 anos, em 1983. O Sílvio soube do Clube do Mickey e mandou a secretária dele, a Zilda, atrás de mim em Salvador, já com contrato para morar em São Paulo.

- Como você se sente sendo uma pessoa famosa ?

Mara : O assédio sempre existe, mas o Espírito Santo se encarrega de tudo. Ele me tornou mais carinhosa com as pessoas. Sempre fui muito agitada e agora sou mais tranqüila. Sei que muita gente me crítica. A fama e o sucesso fazem parte da vida do artista, mas eu não me iludo. Sei que a minha glória não está neste mundo, estou esperando a minha glória la no céu.

- Saiu da TV de Silvio Santos, por quê? Quando se sabe que você fazia um grande sucesso quando aconteceu sua saída?

Mara : Saí do SBT em fevereiro de 1994. Na renovação de contrato, preferi não renovar. Estava com um programa na Argentina, fazendo sucesso em alguns países da América Latina, programa apresentado em língua espanhola, também gravei disco em espanhol.

- Também para o público infantil?

Mara : Para todos os públicos, lá na Argentina eles não fazem essa distinção, público adulto ou infantil. No meu programa, gravado num estúdio enorme, do tamanho de um ginásio de esportes, havia gente de todas as idades. Foi muito bom, muito bom mesmo, conhecer melhor outro país, outros artistas, dar oportunidade a artistas brasileiros que se apresentavam em meu programa para aquele público latino.

- Durou quanto tempo?

Mara : O programa na Argentina durou dois anos, não tocamos mais para frente porque o diretor faleceu e fiquei desanimada prosseguir com o projeto, sem sua presença.

- Você se converteu ao evangelismo, por fé, ou movida por algum sentimento pessoal de frustração, decepção e aí procurou na religião como uma fuga, ou saída para seus problemas pessoais, existenciais?

Mara : Na realidade, tive um encontro com Deus. Tudo isso me levou para Jesus Cristo, que é o único salvador. Eu havia sofrido dois anos antes uma crise de imagem enorme, a imprensa deu espaço e divulgou coisas que não condiziam com a verdade, mas tudo isso foi esclarecido depois de processos na justiça. Venci todos e então coloquei meu talento a serviço do meu Deus e tenho conquistado muitas vitórias pessoais.

- Como se sente com a nova vida?

Mara : Uma nova criatura, uma serva de Deus. Sou uma pessoa mais calma, sem nenhuma ansiedade, vivo uma tranqüilidade, uma paz que jamais tive antes.

- A vida de celebridade lhe agradava muito, pouco ou médio?

Mara : Nunca me deslumbrei com a vida de celebridade. Nesse quesito nada mudou em minha vida, porque sou uma pessoa simples, vinda de uma família humilde, do interior da Bahia, filha de pais desquitados quando eu estava ainda na primeira infância, então não estou nem ai para fama, sucesso, dinheiro, tudo isso passa, eu quero é ser feliz.

- Você continua sendo ainda uma celebridade, isso a incomoda?

Mara : Nunca me incomodou porque sempre atendi todo mundo com o mesmo tratamento, tanto faz receber um fã, um jornalista, um radialista, um fotógrafo. Nos shows deixo bem claro que sou uma serva, que não vou mudar a vida de ninguém, quem pode fazer isso é somente Jesus Cristo. Incomoda achar que sou alguém que vai mudar a vida das pessoas, sou usada para levar a Palavra do Senhor até eles, seja através da música, de uma palavra, enfim.

- O que lhe agrada mais, ser cantora gospel e fazer show para o público evangélico, ou fazer programa de televisão?

Mara : Adoro cantar, gosto de estar no palco, é assim que me vejo daqui para frente. Sinceramente, não tenho planos para televisão.

- Você também é escritora, fale-nos um pouco de seus livros...

Mara : Isso é algo que gosto muito. Sempre tenho um livro comigo em minhas viagens. Sobre meu lado de escritora é interessante, foi logo que deixei a televisão. Passei a escrever poemas, contos, as idéias foram aflorando, fiquei mais introspectiva e isso é bem típico do escritor. Foi então que comecei a escrever uma estorinha infantil, lançada no final de 1994, pela Editora Maltese, "A Boneca Engraçada". Antes, essa mesma editora, havia lançado a "Coleção Mara Yara" e a "Turma do Guaraná", com uma proposta sobre a Mata Atlântica. Depois da conversão ao evangelho, lançamos a "Coleção Marinha" e "Os Pequeninos", com cinco livrinhos, totalmente ilustrados e traz estorinhas baseadas nas escrituras sagradas. Lancei também "As Maravilhas que Deus Faz por Mim", em 2002, na Bienal do Livro, pela Editora Gráfica Universal, que conta a história de como conheci o caminho de Cristo e sobre as principais mudanças, para melhor, que aconteceram em minha vida desde então.


- Você já foi homenageada pela Academia Brasileira de Letras, como foi isso?

Mara : É verdade, foi em 1991, tive a oportunidade de pisar naquele templo sagrado da cultura e intelectualidade do país. Recebi das mãos do então presidente da ABL, Austregésilo de Athayde, o prêmio por apresentar o programa de televisão mais didático da televisão comercial brasileira e para mim foi um prazer, porque em todos os programas que apresentei, procurei levar cultura e didática para meu público. Os autores brasileiros sempre tiveram espaço em meus programas, pude desfrutar da amizade de Jorge Amado e da Zélia, por exemplo. Tenho amizade com a Ruth Rocha, o Maurício de Souza, o Ziraldo, de longos tempos e sinto-me bem à vontade em falar em autores, livros, porque os livros sempre me fizeram companhia. Tenho biblioteca em casa, sempre estou em livrarias nos aeroportos procurando as novidades. Não tem me sobrado tempo para escrever, ultimamente. Eu tinha o hábito de escrever à mão, em cadernos. Há pouco tempo passei a usar o computador e tenho levado o lap top em minhas viagens, e espero voltar a escrever como antes, embora o tempo, sempre o tempo, seja muito limitado.

Perfil da Mara Maravilha:

Família: "É bênção do Senhor".
Esporte: "Hidroginástica".
Um lugar: "Minha casa".
Passagem bíblica: "Como é feliz o homem, que no Senhor se refugia (Salmo 34:8)".
Política: "Precisamos de homens de Deus no poder".
Dinheiro: "Bom para gastar e passar o troco".
Bíblia: "Nela encontramos tudo o que precisamos, é alimento, refrigério para nossa alma".
Uma certeza: "De que Jesus voltará".


Fonte: site Mara Maravilha.

4 comentários:

  1. Anônimo disse...:

    queria saber porque ela se separou e se o novo marido é crente.

  1. Anônimo disse...:

    PQ O PAULINHO TRAIU ELA E O ATUAL ESPOSO É EVANGPELICO.

  1. gosto da mara maravilha e sou fa dela

  1. Meu dia feliz disse...:

    Mara Maravilha é uma serva de Deus. Se ela fracassou no casamentou e passou por momentos difíceis em sua vida conjugal, não quer dizer que não seja uma mulher de Deus, ela é uma mulher de Deus sim. Siga em frrente Mara pois você será triunfante. Diante das lutas se obtem vitória. Tu és vitoriosa.

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
 
Blog Diário de Vitórias © 2010 | Designed by Trucks, in collaboration with MW3, Broadway Tickets, and Distubed Tour